18/12
 

A Bahia possui um roteiro de enoturismo que atrai cada vez mais turistas de todo o Brasil e vale muito a pena conhecer. São as visitas as vinícolas do Vale do São Francisco, que com sol e altas temperaturas o ano inteiro, conseguem atingir safras que outras em clima temperado não alcançam. 

Juazeiro está bem ali, às margens do Rio São Francisco, e tem o passeio do Vapor do Vinho como sua principal atração turística. Os viajantes embarcam numa viagem com música ao vivo, almoço a bordo e banho de rio para conhecer uma vinícola e, melhor momento, fazer degustação dos vinhos. São sete vinícolas em plena caatinga, que transformaram a região na segunda maior produtora de vinhos, espumantes e sucos naturais de uva no Brasil. 

O rio oferece, ainda, outro grande atrativo da cidade, que é a “praia” da Ilha do Rodeadouro, com barracas à beira da água para quem quiser provar da gastronomia do sertão – tem de carne de bode ao peixe à sua escolha, piranha, tambaqui, tilápia, dourado, entre outros. Para chegar lá, faça a travessia de barco. 

Juazeiro tem também artesanato para encantar o visitante. É lá que está a maior carranca do mundo, em frente à Casa do Artesão, restaurada pelas mãos do artista Flávio Mota após passar um incêndio em Salvador. Para quem não sabe, as carrancas são esculturas em madeira, com forma humana ou animal, que enfeitavam a proa das embarcações que navegam pelo rio São Francisco. Na vizinha, Petrolina, você pode também conhecer o trabalho de uma ceramista famosa mundialmente pelas carrancas de barro. É ou não mais um motivo para conhecer Juazeiro?