12/02

Uma boa indicação de passeio é o Museu do Sertão, que foi reaberto em fevereiro com adoção de medidas seguras contra a COVID. São nove elas que abrigam mais de três mil objetos - fósseis, vestimentas, máquinas, meios de transporte, espécies de flora e fauna e relíquias sagradas para o povo do sertão.

Um dos destaques no espaço é a reprodução do interior de uma casa sertaneja, com moveis da época, fogão à lenha e armas usadas para caça e defesa. Também muito interessantes são a ala do Jardim Sertanejo, inspirado no bioma da caatinga e a de Recursos Naturais com exemplares de minerais, rochas e fósseis do período cretáceo -  quando o sertão era mar. 

 

Personagens importantes da história de Petrolina também são lembrados com peças próprias no acervo, como roupas de Dom Malan, primeiro bispo da cidade. Estão lá também a  máquina de escrever de Joãozinho do Pharol, dono do primeiro jornal da região, além de cidade objetos pessoais Lampião, Rei do Cangaço. Vale conhecer!  

 

Endereço: Rua Esmelinda Brandão, s/n | Centro

Horário de funcionamento: 9h às 13 horas de segunda a sexta.